Sexta-feira, Janeiro 27Bem-vindo

Mês: Agosto 2020

“VERDADE-JUSTA” VERSUS “VERDADE-IDEOLÓGICA”<br>
Dicionários > Principais

“VERDADE-JUSTA” VERSUS “VERDADE-IDEOLÓGICA”

VERDADE-JUSTA VERDADE-IDEOLÓGICA » Verdade-justa, ou lei última é a que resulta como solução única, acontece quando é aceite por todos os elementos ou quando os que não a aceitam estejam fora dela por egoísmo, agnosticismo ilícito ou anomalia psíquica. Significa descobrir as verdades ideológicas dos humanos, registá-las e aplicar as medidas de segurança adequadas, ou seja, descobrir e aplicar a responsabilidade porque ela é mais importante do que a própria verdade. Já que existem sempre várias verdades ideológicas, e cada uma tem a sua por influência objectiva (a educação, cultura ou partido politico que se manifesta na conduta do indivíduo) e influência subjectiva (os nossos benefícios particulares a alcançar e que nos fazem sentir bem ou realizados devido à nossa associação com ...
Dr. Juiz Manuel Soares<br>
4. JUSTIÇA

Dr. Juiz Manuel Soares

Manuel Soares, falsifica sentenças por encomenda dos seus familiares que se distribuem por inúmeras entidades públicas, nomeadamente Câmaras Municipais, Empresas e Partidos Políticos, para usar a despesa pública e tratar os cidadãos, empresas e associações como seus escravos e os bens legítimos também como se fossem da sua rede de interesses ideológicos. Trata-se do mesmo juiz que falsificou a sentença do processo do Meco, o atentado contra os jovens estudantes conotados com a direita portuguesa, para promover a negação da maioria absoluta ao XIX governo constitucional de coligação PSD-CDS (2011-2015), o que de facto veio a acontecer. Este Juiz vai a todos os tribunais para resolver casos complicados de crimes cometidos para fins políticos e partidários, nada sabe sobre direito penal, ...
Dr. Juiz Luis Lemos de Andrade Triunfante<br> <small class="subtitle">O simulador de audiências.</small>
4. JUSTIÇA

Dr. Juiz Luis Lemos de Andrade Triunfante
O simulador de audiências.

Este Juiz vai para as audiências de julgamento simular a existência de julgamentos oficiais e verdadeiros, numa sessão do processo 1966/12.3TASXL ele disse logo na abertura da audiência, sem ouvir o arguido e sem conhecer os factos: "Nem pede desculpa". Ora, o arguido não tem de pedir desculpas a ninguém não teve nada a ver com a autoria dos factos imputados. Portanto o Juiz apenas queria usar chavões de modo a obstruir a justiça e assim perturbar o arguido logo desde o inicio da audiência.
“VIOLÊNCIA”
Dicionários > Importantes 1

“VIOLÊNCIA”

Violência, é o uso da força, de um certo poder ou de uma conduta punível pela lei quando exercida sem justificação de direito maior através da ausência de causas de exclusão da licitude ou da culpa, acto realizado por qualquer meio ou forma, por ameaça ou já executada, nomeadamente praticada por escrito em documento ou processo, ou desenhada, ou oral, material, moral, física ou gestual, e contra a justiça e a lei, o corpo, a mente, a moral, o contrato, a paz, a raça, a cultura, os símbolos legítimos, o grupo ou comunidade, a religião, a economia, a tecnologia, os bons costumes, a boa-fé, a incapacidade ou a ignorância, ou que dê inicio, permita, comparticipe, auxilie numa privação ou qualquer prejuízo ilegítimo a algo ou a alguém, seja por doença, negligência ou intencionalmente para obte...
“CRIME”
Dicionários > Importantes 1

“CRIME”

Definição de CRIME ILICITUDE » DOLO » CULPA » Crime, é a idealização, o começo e a execução de um facto que constitui um tipo de crime penal, cível, fiscal ou económico, quando cometido ilicitamemte e pelo respectivo autor, cúmplice e comparticipante, bem como todos os factos seguintes que sejam cometidos por aquele ou pela vítima, uma vez que nos actos da vítima, embora possam ser crime, não há autoria mas apenas a legitima defesa ou qualquer outra reacção contra o primeiro acto ilicito de todo o acontecimento ou relação. Crime é uma palavra conjuntural (várias relações ou factos relacionados com um conjunto de normas) e significa o conjunto de factos ilícitos e lícitos que formam um acontecimento relativo (com princípio, meio e fim), nomeadamente um caso, um comprom...
“AUTORIA”
Dicionários > Importantes 1

“AUTORIA”

Autoria, é a determinação ou a pratica do facto supresa ou sem conhecimento do visado, ou o primeiro facto que represente um tipo de crime em todo o acontecimento, mas ilicitamente cometido (sem causas de exclusão da ilicitude e com forma de crime), e bem assim o autor é responsável por todos os factos seguintes praticados por si mesmo e por quem lhe reagir. O autor ou determinante pratica todos os atos, os seus (por si mesmo) e os que são realizados por outrem em reacção àquele (por intermédio de outrém). Autoria é o factor (ideia, ideologia, interesse ou falta de cuidado, em termos individuais e colectivos) que determina a acção ou omissão dos agentes de um facto que representa um tipo de crime e, por conseguinte, a reacção ou a necessidade de outrém, e sendo que, nestes termos, só ...