Terça-feira, Fevereiro 7Bem-vindo

Livros > Policias

Comandante Da PSP, Torre Da Marinha, No Seixal, Portugal, Assina Notificação Falsa e Precedida De Ilegalidade em Processo-penal Para Constituir A Vítima Como Arguido <br><br>ACOMPANHE EM TEMPO REAL TODAS AS FALSIFICAÇÕES DO PROCESSO E OS NOMES DOS FALSIFICADORES<br><br>É Uma das Partes da Associação Criminosa ou Casta Política Afro-Indiana”Costa/Santos/Silva” <br><br>A PSP e o Tribunal do Seixal Criam Documentos Falsos para Constituir como Arguidos os Cidadãos a Perseguir, Assaltar e a Exterminar Com Prisões ilegais, Penas de Multa e Penhoras Falsas. <br><br>As Ordens Vêm dos Escrivães Do Tribunal do Seixal Que Se Fazem Passar Por Autoridade Judiciária Através de Assinaturas Falsas. <br><br>Distribuídos em Família Entre a Câmara do Seixal o Tribunal do Seixal e as Polícias, Criaram Assim Uma Ditadura Ou Circuito Fechado para Desvio de Fundos e Assalto Aos Bens e Direitos Dos Munícipes. <br><br> <p style="color:blue;font-size:25px;font-weight: normal;">Notícia em criação, por favor aguarde. Actualizado em 19/01/23, pelas 13.35 horas.</p><br> <p style="color:blue;font-size:20px;font-weight: normal;">Este artigo é difundido nos termos do nº 2, alínea a), do artigo 180º do Código Penal, por não existir sistema judicial e nem direito de queixa mas apenas a denegação de justiça e a ditadura de um Regime Terrorista de Estado em Portugal.</p><br>
7. ARQUIVO, 8. ACTUALIDADE, DESTAQUES, Entidades Perigosas, Funcionários Perigosos, Justiça > Acusações Falsas, Justiça > Decisões Falsas, Livros > Policias

Comandante Da PSP, Torre Da Marinha, No Seixal, Portugal, Assina Notificação Falsa e Precedida De Ilegalidade em Processo-penal Para Constituir A Vítima Como Arguido

ACOMPANHE EM TEMPO REAL TODAS AS FALSIFICAÇÕES DO PROCESSO E OS NOMES DOS FALSIFICADORES

É Uma das Partes da Associação Criminosa ou Casta Política Afro-Indiana”Costa/Santos/Silva”

A PSP e o Tribunal do Seixal Criam Documentos Falsos para Constituir como Arguidos os Cidadãos a Perseguir, Assaltar e a Exterminar Com Prisões ilegais, Penas de Multa e Penhoras Falsas.

As Ordens Vêm dos Escrivães Do Tribunal do Seixal Que Se Fazem Passar Por Autoridade Judiciária Através de Assinaturas Falsas.

Distribuídos em Família Entre a Câmara do Seixal o Tribunal do Seixal e as Polícias, Criaram Assim Uma Ditadura Ou Circuito Fechado para Desvio de Fundos e Assalto Aos Bens e Direitos Dos Munícipes.

 

Notícia em criação, por favor aguarde. Actualizado em 19/01/23, pelas 13.35 horas.


Este artigo é difundido nos termos do nº 2, alínea a), do artigo 180º do Código Penal, por não existir sistema judicial e nem direito de queixa mas apenas a denegação de justiça e a ditadura de um Regime Terrorista de Estado em Portugal.


Repare no 1º documento, mais abaixo, ou mandado da PSP, da Torre da Marinha, Seixal, em Portugal. E repare no documento nº 2, assinado falsamente e em conspiração, pelos escrivães Carlos Prates e isabel Doutel Dias, no Tribunal do Seixal. Para o comum dos cidadãos as falsificações não são perceptíveis, teria de haver instrução em Processo-penal e também o regulamento de interpretação das normas para que o saber fosse igual, a fim de não permitir que a máfia dos funcionários públicos ou regime feudal perseguisse a população cívil. A notificação da PSP é notóriamente um documento falso, repare que só mostra deveres, ou seja, não mostra nem as disposições legais aplicáveis e nem os direitos do notificado correspondentes, e nem o mandado judicial que a ordenou (porque se já ...