Segunda-feira, Fevereiro 6Bem-vindo

Justiça > Acórdãos Falsos

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA É UMA FALSIFICAÇÃO?<br><br> Sabe como o Estado Português falsifica as leis e porque é que lhe chama Códigos? <br><br>Conheça os artigos falsos da CRP e porque são falsos, e como os magistrados falsificam acusações e sentenças através das leis falsas: CRP, Código Penal e Código de Processo Penal. <br><br>Através da falsidade e da elevada corrupção nos tribunais, dezenas de magistrados impostores assaltam a população a mando dos partidos políticos, das cãmaras municipais e empresas. <br><br>A intenção do estado Português, actualmente dominado por uma seita AfroIndiana, o cartel terrorista Costa/Santos/Silva/Soares/Lopes, é usar a Bandeira e o Território para a sua organização internacional e assim usa a população para fazer despesa pública, também através dos tribunais, e para cobrar taxas de justiça. <br><br>A criminalidade são as leis e a falsificação das leis serve para induzir verdades ideológicas que criam as normas ideológicas, em suma a falsidade de interpretação.<br><br>Portanto é o Estado a induzir criminalidade massivamente como meio de escravatura e extorsão, como se os direitos fossem obrigatórios. <br><br>Umas das ideias para escapar à autoria e à condenação e assim falsificar processo-crime, é utilizar a desculpa do exercício de funções para cometer crimes fora do exercício de funções, considerando tais factos como o exercício de funções e apesar de apenas terem um título de funcionário, em suma abuso de poder para alterar as funções quando bem se entende.
7. ARQUIVO, 8. ACTUALIDADE, DESTAQUES, Entidades Perigosas, Especiais > Estudo, Investigação e Reflexão, Funcionários Perigosos, Justiça > Acórdãos Falsos

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA É UMA FALSIFICAÇÃO?

Sabe como o Estado Português falsifica as leis e porque é que lhe chama Códigos?

Conheça os artigos falsos da CRP e porque são falsos, e como os magistrados falsificam acusações e sentenças através das leis falsas: CRP, Código Penal e Código de Processo Penal.

Através da falsidade e da elevada corrupção nos tribunais, dezenas de magistrados impostores assaltam a população a mando dos partidos políticos, das cãmaras municipais e empresas.

A intenção do estado Português, actualmente dominado por uma seita AfroIndiana, o cartel terrorista Costa/Santos/Silva/Soares/Lopes, é usar a Bandeira e o Território para a sua organização internacional e assim usa a população para fazer despesa pública, também através dos tribunais, e para cobrar taxas de justiça.

A criminalidade são as leis e a falsificação das leis serve para induzir verdades ideológicas que criam as normas ideológicas, em suma a falsidade de interpretação.

Portanto é o Estado a induzir criminalidade massivamente como meio de escravatura e extorsão, como se os direitos fossem obrigatórios.

Umas das ideias para escapar à autoria e à condenação e assim falsificar processo-crime, é utilizar a desculpa do exercício de funções para cometer crimes fora do exercício de funções, considerando tais factos como o exercício de funções e apesar de apenas terem um título de funcionário, em suma abuso de poder para alterar as funções quando bem se entende.

ARTIGO ACTUALIZADO EM 17/11/2022 PELAS 11:45HORAS. Veja as explicações no texto seguinte... E uma extensa lista, ao fundo, de magistrados, advogados e outros funcionários falsificadores ou impostores e corruptos, que usam a Justiça e a Advocacia para negócios de extorsão e de assalto. A CRP é uma falsificação com intenção de enganar o Povo e, através dela, exterminar a comunidade indesejada por quem a redigiu. Sim a CRP é um documento falso... ... Porque o texto é um código trocado entre artigos que esconde a falsidade como Lei, e numa relação de dependência através de trocadilhos entre as várias ambiguidades e omissões... ... A CRP serve para criar um Estado visível e um Estado sombra. O Estado visível é o mandatário ou técnico de um Estado sombra compos...
O TERRORISMO NA JUSTIÇA PORTUGUESA E O ESTADO DE MARCELO E COMPANHIA<BR><BR>CARLA AMORIM<BR><BR>Mais uma sentença falsificada por corrupção e/ou impostura e como rectaguarda do crime de uma imposição invasora?<BR><BR>VOTAR É MATAR!.. <BR><BR>Porque é que a Polícia Judiciária tinha dito em 2004: “Os Tribunais são a rectaguarda do crime. Cuidado!..”…? Será porque os tribunais são a rectaguarda de uma organização, cultura e raça e da sua ideologia educacional? <BR><BR>UMA COISA É CERTA, NÃO FAZ SENTIDO QUE A SENTENÇA APRESENTE FACTOS DE DOLO E ACABE POR CLASSIFICAR O CRIME COMO NEGLIGÊNCIA E AINDA PARA MAIS GROSSEIRA. A NEGLIGÊNCIA AGORA É DESCULPA PARA O ABANDONO DE FUNÇÕES? TAL NÃO EXISTE SÃO DUAS CONTRADIÇÕES INSANÁVEIS NA INTERPRETAÇÃO DA LEI PENAL PORTUGUESA.
DESTAQUES, Especiais > Estudo, Investigação e Reflexão, Especiais > O Nazismo Negro, Justiça > Acórdãos Falsos, Justiça > Sentenças Falsas

O TERRORISMO NA JUSTIÇA PORTUGUESA E O ESTADO DE MARCELO E COMPANHIA

CARLA AMORIM

Mais uma sentença falsificada por corrupção e/ou impostura e como rectaguarda do crime de uma imposição invasora?

VOTAR É MATAR!..

Porque é que a Polícia Judiciária tinha dito em 2004: “Os Tribunais são a rectaguarda do crime. Cuidado!..”…? Será porque os tribunais são a rectaguarda de uma organização, cultura e raça e da sua ideologia educacional?

UMA COISA É CERTA, NÃO FAZ SENTIDO QUE A SENTENÇA APRESENTE FACTOS DE DOLO E ACABE POR CLASSIFICAR O CRIME COMO NEGLIGÊNCIA E AINDA PARA MAIS GROSSEIRA. A NEGLIGÊNCIA AGORA É DESCULPA PARA O ABANDONO DE FUNÇÕES? TAL NÃO EXISTE SÃO DUAS CONTRADIÇÕES INSANÁVEIS NA INTERPRETAÇÃO DA LEI PENAL PORTUGUESA.

Este artigo pretende ser um estudo e também uma acusação contra quem abandona funções e quer esconder a verdade. Qualquer erro não pode ser censurável em face da ausência de culpa. SABIA QUE SE FOR FUNCIONÁRIO E MATAR UM JUIZ POR NEGLIGÊNCIA A PENA É SUSPENSA? O EXECUTOR AGIU POR SI MESMO OU DETERMINADO COMO VÍTIMA DO ESTADO SOMBRA? PROCESSO 3396/18.4JAPRT HÁ FALSIDADES E GROSSEIRAS NA SENTENÇA? Tendo em conta os dados conhecidos através da Comunicação Social, em concreto o JN, Diário de Notícias e Correio da Manhã, fizémos uma análise sobre este caso. Mas apesar da escassa informação é facil detectar os erros estranhos e as contradiçõs na decisão final ou Sentença/Acórdão. Não é notório que existe uma interpretação falsa na comparação do crime, ou conjunto d...