Sexta-feira, Janeiro 27Bem-vindo

ECOCÍDIO
OS INCÊNDIOS PARA 2021

Inventor Português descobre a fórmula de apagar incêndios na floresta rápida e facilmente. Ele afirma que “tudo o que não é relativo não existe e por isso tudo se descobre e tem solução simples”.

“Afinal a cura está ao lado da doença e não fosse o vício da culpa nem doenças havia”.

Os incêndios serão uma conspiração política como despesa pública?

Qual a causa dos incêndios, você acredita que são de origem natural?

Porque só há incêndios no norte e em certas autarquias?

Sabia que há uma rede de negócios nas grandes superfícies, ou com bares, restaurantes e até lojas de venda de equipamentos para bombeiros?

Sabia que há tribunais que protegem os incêndios por causa da participação económica em negócios, e nem há tempo para administrar processos (quem o faz são os escrivães, oficiais de justiça e advogados)?

Sabia que os Bombeiros estão mal preparados para a floresta porque não há unidades cientificas independentes em nenhuma área (toda a investigação é quase nula em face do regime dedicado à PSP e GNR, uma vez que são 100% dependentes do regime)?

Os incêndios serão encomendados por corrupção, seja para fazer despesa pública, seja para capturar actividades através da perseguição ou capturar autarquias, e/ou por causa da participação económica em negócio entre as famílias dos políticos, desde o Parlamento às Autarquias, porque sem este tipo de esquemas, com leis administrativas de burla, tais pessoas não enriqueceriam rapidamente através do fabrico e comercialização nas fábricas e lojas em nome daquelas famílias. Basta seguir os apelidos das pessoas que criam as tais “Empresas na Hora” neste ramo de actividade, desde as teorias de um tal Sócrates.

Não é por acaso que há as parcerias público-privadas, elas são feitas para criar um circuito de escravatura às populações em coligação com grupos de empresas detidas pelos mesmos sócios (Exemplo: António Costa, IMT Setúbal, que cobra taxas inexistentes a quem vai revalidar a carta de condução para benefício da sua rede de interesses ou escolas de condução, já que para revalidar a carta é exigido ilegalmente um carro licenciado contratado por 200 euros a uma das escolas de condução do grupo de António Costa. Eles fazem isso fora das facturas dos emolumentos normais e legais, por carta, ou seja, na carta é que cobram às escondidas pois apenas basta usar a fé-pública da entidade para mandar o interessado contactar uma escola de condução). Por isso é que certos partidos estão a capturar empresas, associações e clubes desportivos afastando e matando os seus fundadores ou presidentes, até por encomenda de processos-crime (exemplo: A invasão do Sporting para roubar a presidência a Bruno Carvalho, acção alegadamente preparada no Seixal e cujos indícios podem ser descobertos também nas provas de Rui Pinto).

Os incêndios como manobra política foi há muito descoberta, mas agora descobriu-se a prova, no dia 13/09/2020, a partir da ideia de que “O que não é relativo não existe” (Teoria da Invariabilidade Inversa e Relativa, baseada numa investigação dentro dos tribunais e prisões, entre 2000 e 2020, para investigar o comportamento humano, e que já tinha dado origem ao Mapa Judiciário e E-Factura, instalados pelo XIX Governo Constitucional).

É fácil apagar incêndios na floresta?

Sim, é mesmo muito fácil embora se desconfie que os bombeiros só têm ordem para lançar água sobre a área não ardida quando na zona escolhida já não é precisa para fazer mais despesa pública. Contudo é preciso salvaguardar que os Bombeiros desconhecem o crime político escondido. É que antes eram os bombeiros que mandavam em si mesmos e agora parece que é alguém que manda neles, o que é muito estranho pois parece uma operação concertada.

Foram contactados por telefone os Bombeiros de Bragança.

Foram contactados por telefone os Bombeiros de Bragança em 14/09/2020, que imediatamente nos atenderam através do 2º Comandante, pessoa simpática que numa conversa breve e amigável confirmou o seguinte “… no combate aos incêndios a água é lançada para cima da área que está a arder”. Ora, nada podia ser mais errado e ao mesmo tempo melhor denunciante.

Porque é que o fogo apaga quando chove?

Essencialmente porque a área que não ardeu está molhada, não é porque a chuva cai em cima da área que está a arder. Se a chuva ou água cai em cima do combustível que está a arder ele continua a arder se a outra parte estiver seca, ou seja o fogo procura “escapar” para a parte seca, ou desenvolver-se, porque uma acção gera uma reacção.

Isto seria facilmente descoberto se Portugal tivesse unidades científicas nas áreas importantes, mas não tem, nem sequer os Bombeiros têm formação adequada para as florestas. A única ciência do Estado Sombra Português é a corrupção, os processos-crime encomendados, o assalto, a droga e os impostos forjados, ou seja, “os copos e as mulheres”, disse alguém há tempos no Parlamento Europeu”.


O Estado Sombra criminoso dá-se ao luxo de mandar matar os empreendedores e os fundadores associativos e as associações de jovens inventores, por actos simulados
, com intenção de roubar as entidades mais promissoras e fazer delas actividades fictícias para branqueamento de capitais e das próprias actividades terroristas. Tudo é feito por ordens entre uma dinastia, ou seja, grupos de famílias de poder distribuídos por todos os poderes, daí eventualmente o Comunismo. Ver aqui a prova »

AFINAL COMO SE APAGA QUALQUER FOGO NA FLORESTA?

É fácil apagar incêndios na floresta, basta molhar a área não ardida a uma certa distância da área que está a arder ou a carga do avião ser lançada com algum intervalo para a área imediatamente não-ardida e o fogo se extingue por si mesmo, e se houver vento ele se apaga mais depressa. Isto acontece porque aquilo que arde é a vegetação não-molhada, seja ela verde ou seca.

Portanto ao lançar a água sobre a área que está a arder não chega a criar a capa de protecção antes de começar a arder porque o material está quente (a capa do combustível é o ar quente, depois o próprio fogo e ainda depois disso a temperatura do combustível a queimar), ou seja, apenas arrefece um pouco. Desta forma, lançar água para cima do combustível que está a arder também apaga o incêndio mas custa muito mais, ou seja é preciso despejar muito mais quantidade de anti-combustível e várias vezes consoante o poder de fogo. Mas… ao molhar a área circundante uma ou duas vezes cria-se uma capa ao combustível antes do fogo lá chegar (invariabilidade inversa, é a última teoria ou aquela que vem depois de todas).

Logo no inicio do fogo podemos criar um corredor na floresta como se fosse uma faixa sem vegetação, ou então cercar uma casa ou grupo de habitações com uma área molhada e assim ao chegar a essa faixa molhada o fogo apaga-se por si mesmo.

E ainda: Depois de ser molhada a área não ardida, logo a seguir se molhar a zona paralela da área que está a arder o fogo nessa zona está apagado.

 Se há vento o fogo se extingue mais depressa.

Construindo um avião de grande porte para lançar água numa boa extensão, bastará apenas um desses aviões passar uma vez para apagar um grande incêndio. Contudo o Governo Sombra Português gosta mais de gastar em vinho, mulheres, corrupção nos tribunais e no futebol, não tem dinheiro para aviões especiais nem para a investigação, nem para construir um hospital em cada concelho em face das exigências reconhecidas há mais de 20 anos.

Faça você a experiência!

Prepare um monte de palha, pequeno ou grande, ou uma zona verde dividida em duas partes, ou até um papel como experiência inicial. Peque fogo numa ponta do combustível e depois espalhe um pouco de água a partir do meio para o outro lado do mesmo combustível, vai verificar que a meio do percurso o fogo se extingue sozinho.

Isto prova que Portugal não tem nenhum actividade científica, de propósito para usar as populações como escravos e a despesa pública para financiar empresas privadas através de empresas criadas avulso, a quem os Bombeiros têm de comprar os equipamentos ou encomendar serviços, salvo melhor entendimento. Mas que há um esquema e um regime de criminosos a partir das verbas europeias não há dúvidas, já dizia “Alexandre”: “A abundância atrai os corvos”.

Veja a diferença: https://www.youtube.com/watch?v=5KXib682rDw

Em suma, não interessa aos governos terroristas que os incêndios se apaguem até se obter o máximo proveito financeiro ou até capturar todo o território, para os ancestrais barões negros que inventaram a escravatura.

INCÊNDIOS – 2017
Partilhe a informação: POVO INFORMADO JAMAIS SERÁ ESCRAVIZADO.

Deixe uma resposta