Quinta-feira, Outubro 6Bem-vindo

“JUSTIÇA”

Justiça, é a aplicação coesiva ou punitiva relativa aos direitos e deveres violados, pelas suas e nas suas próprias fontes, analisando as verdades-ideológicas em conflito e condenando apenas as condutas ilícitas, as negligentes-grosseiras e as com anomalia psíquica grave.

Quer dizer que a justiça relativa a litígios, reclamações ou queixas-crimes entre funcionário e civis e entre civis, uma vez que a juntar ao curso de direito se junta o conhecimento factual mais próximo e não a análise longínqua de um gabinete, e porque sempre acontecem nas proximidades ou localidades, não pode ser encomendada ao Estado e nas próprias localidades (regime criminoso feudal), ela tem de pertencer ao Povo nas localidades onde os factos acontecem embora em segurança, através de associações de direito-penal, civil, administrativo e no acesso ao apoio judiciário, e onde os magistrados pertencem à comunidade e são inamovíveis (para não se andarem a esconder como nos regimes democráticos ou nazis), porque a justiça não pode ser cega, ou seja ele tem de ver e mostrar a verdade justa e tem de ser feita o mais rapidamente possível, perante as suas fontes, não às escondidas ou em processos de corrupção controlados internamente pelos membros dos partidos ou pelas famílias políticas que perseguem, roubam e matam porque sabem que têm a protecção dos tribunais e das polícias.

Partilhe a informação: POVO INFORMADO JAMAIS SERÁ ESCRAVIZADO.

Deixe uma resposta