Quinta-feira, Outubro 6Bem-vindo

A INCONSTITUIÇÃO OU DITADURA DE MARCELO, DO GOVERNO, DO PARLAMENTO E DA CONSTITUIÇÃO

O NOVO NAZISMO OU SOCIEDADE PRETA E A AUTO-DESTRUIÇÃO DA EUROPA SÃO DERIVADOS DAS DEMOCRACIAS DITATORIAIS

PORTUGAL DE NOVO NO PERÍODO PRÉ-PIDE E CENSURA

SÓ JÁ FALTA A AMÉRICA TOMADA PELOS PRETOS E COMEÇA O EXTERMÍNIO GLOBAL DO BRANCO ATRAVÉS DOS ESTADOS JÁ INVADIDOS PORQUE A SOCIEDADE É INDIVISÍVEL (O QUE CABE A UM CABE A OUTRO E POR ISSO A NATUREZA FEZ CADA RAÇA NO SEU SÍTIO)
Não podemos ser governados por pretos e nem por brancos com exércitos negros ou de todas as cores (Os Democratas e as suas verdades ideológicas do riquismo e bandeiras falsas), excepto por escolha de forma política fundamentada, dos seus agentes e por maioria absoluta onde o voto é obrigatório por ser um dever igual o direito!..

POR ISSO A RÚSSIA NÃO É A CULPA PRIMÁRIA MAS APENAS A AUTORIA

QUANDO O DIREITO TEM DE SER IGUAL AO DEVER ELE É OBRIGATÓRIO

Para que é isto, eis as normas das pessoas selvagens: GRITAR E REIVINDICAR?

Este artigo é um estudo e uma visão, não se pretende insultar nenhum Povo ou Raça mas fazer sentir a todos os Povos como se forma um acontecimento relativo (desde a culpa e/ou da autoria até ao resultado final). Quem se sentir insultado ou é a culpa ou a autoria, porque só estes reagem a uma teoria ou então a uma prova de consequências verdadeiras. Aliás nunca o criminoso ilícito confessa a culpa e/ou a autoria antes de ser apanhado, apenas o faz por astúcia, ou seja na altura certa e se for preciso e sendo por isso que não pede explicações para reconhecer um erro.

Mas só há criminosos quando toda a comunidade nada sabe de direito civil e penal, embora a instrução global seja possível em apenas alguns dias, através da Comunicação-social. Por outro lado todas as leis são falsas quendo não exista o regulamento interpretativo, pois é isso que atribui a igualdade do conhecimento e, a partir daí, a impossibilidade de manipular um processo civil ou penal.

A questão é que é através do crime que se enriquece (a máfia política quer cargos e profissões sem limite para se vangloriar ou exaltar), daí que os Estados rejeitam a educação.

Repare que a máfia política, através dos partidos, não manda o Povo fazer manifestações contra a omissão do direito à instrução igual do direito civil e penal e através do regulamento interpretativo das normas.

Artigo em criação, por favor aguarde, mas pode participar através do nosso email: justiceleaks.2020@admin

NÃO SÓ COM OUVIDOS E OLHOS SE ESTUDAM AS COISAS E SE ENTENDE A HISTÓRIA

Uma comunidade não pode ser dividida por tribos de pensamento indígena, em que a coisas são brancas e pretas ou analisadas e respondidas apriori e junto da Comunicação-social.

As definições que tem de saber para entender Direito como os Deuses: Costuma dizer-se que “A interpretação da Lei é para os mestres (advogados e magistrados) mas o Direito é só para os Deuses” (in A Revolução das Letras, das Crises e dos Direitos, de Miguel Meireles).

Ditadura, culpa, culpa-primária, culpa-secundária, autoria, dolo, motivo, ilicitude, moral, crime, legitima-defesa, confissão, arrependimento, acto, facto, acto-ilicito, acontecimento relativo, classes de sucessíveis, democracia, democracia-ditatorial, democracia-popular, consulta-jurídica, procuradoria-ilícita, 10 mandamentos, prisão.

A Democracia é uma ditadura eleita democraticamente?

Não haverá dúvida sobre a nova definição de ditadura, afinal uma ditadura não é a ausência de estado de direito ou a ilegalidade ou a falta de separação de poderes, ou a falta de voto ou de participação popular, porque ela está em todas as formas de governo quando omitem o primeiro princípio da igualdade: A igualdade do conhecimento ou da interpretação das normas e das definições das palavras, para que ninguém possa manipular quem é a culpa, a autoria e a ilicitude, através da interpretação consistida na interpretação sombra e nas definições de um diccionário sombra.

Na realidade certa, cada partido político representa uma parte igual do Povo e não uma parte menor ou maior, porque uma Comunidade não se representa por maiorias ou minorias mas em igualdade de circunstâncias, já que de outro modo serão sempre uma ficção. O princípio da igualdade (artigo 13º da CRP) prova isso, porque ninguém pode ser beneficiado ou prejudicado, ou seja, ninguém pode ganhar ou perder eleições ou fazer aprovar uma lei por uma questão de maioria parlamentar partidária, mas uma maioria absoluta parlamentar (70% dos deputados). E enquanto não há maioria absoluta no parlamento a lei não pode ser aprovada ou alterada porque viola o artigo 13º da CRP.  Uma comunidade não pode ser dividida por tribos de pensamento indígena em que a coisas são brancas e pretas ou analsiada apiori.

Se for estudada a história sem ouvidos e sem olhos provar-se-ia que todos os males vêm dos negros, daí a escravatura, se bem que a falta de prova ainda exista e gere assim todos os conflitos. É que ninguém gosta de assumir a culpa-primária, todos apontam à culpa-secundária e à autoria.

Na realidade certa tanto o branco como o negro esquerdista querem tudo oferecido, porque acham que têm de ser iguais, é por isso é que se sentem escravos. Mas a igualdade vem no tempo ou gradualmente e não pela ideia ou vontade própria, daí a prova da inerazão.

Não é por acaso que actualmente o serviço público em todas as áreas têm prioridade os negros, embora às escondidas e por políticas de burla. E não é por acaso que estamos no período pré-PIDE e Censura, ou seja, numa fase criminal em tudo igual ao que fez instalar a PIDE e a Censura como meio de proteger o Povo dos governos selvagens.

Não é por acaso que a população branca apresenta muitas doenças em face do gaseamento na alimentação, executado pela máfia brasileira (comunistas brasileiros), o gasemento da droga distribuída essencialmente por negros, e

Tudo vem da protecção ao negro e de se sentir confortável ao representar um Governo de negros em terra do branco (repetição da história da invasão branca em África). Não há dúvida que vêm aí várias guerras civis ao mesmo tempo em vários países europeus e americanos invadidos, e os indícios são claros (nada começa sem ter um meio ou desenvolvimento e um fim, mas desta feita o extermínio é intencional a partir de Portugal).

Essa fase é a criminalidade nas ruas ou selvejaria por causa do Estado Socialista, por ser uma falsa maioria absoluta, por ser vinda da abstenção, por sua vez criada pela perseguição a fim de conquistar o poder por maioria de votos (os terroristas ou nazis), que vai levar à guerra civil e eventualmente antes de 2026.

Segue-se então o novo ciclo da PIDE e da Censura na falta de alternativa (consequência necessária da conduta em invadir território, inevitabilidade), com a encomenda de migrantes dos vários Estados Comunistas e paga pela despesa da União Europeia, e bem assim a criação de milhares de entidades falsas do Estado paralelo ou Nazismo-negro, que actua por meio de outrém usando como soldados os brancos através do poder político e respectiva verdade ideológica, e a fim de imputar a culpa ao Povo Português (a bandeira falsa) .

PROVA: O atraso tecnológico que se reflete no mal instruído, e globalmente o negro, é sempre a pessoa mais influenciável da Terra, basta uma ideia e caem em tentação (facilitismo).

A prisão, é local onde as máfias políticas escondem as vítimas que não conseguem fazer desaparecer, ou para ali preparar o falso suicídio, ou para assim não poderem ser testemunhas dos factos ou dos crimes violentos dos políticos e suas familias e interesses. O estado manda prender os cidadãos através de mercenários e impostores, que coloca nos tribunais como escrivães, magistrados, juízes e advogados e polícias. Estes mercenários são educados numa escola política sombra, usando as leis penais como códigos.

Por exemplo, os crimes previstos no Código Penal são os crimes que as máfias políticas ou as esquerdas praticam, porque “esquerda” significa ser o contrário do direito. Por outro lado, o Código Penal contém todos os métodos necessarios para que as máfias ou partidos políticos possam falsificar a interpretação das normas, uma vez que não existe regulamento interpretativo das normas penais.

AMERICA GOVERNADA E TOMADA POR ÁFRICA

A BANDEIRA FALSA COMUNISTA É FAZER ATENTADOS OU A ESCRAVATURA NOS OUTROS… PARA QUE A CULPA SEJA IMPUTADA LONGE DA CULPA AUTORA.

Assistimos há habitual manipulação dos negros nos EUA por causa da Lei das Armas, insistindo os comunistas na manipulação psicológica dos jovens para fazer atentados nas escolas. A intenção é capturar a América tal como estão a fazer a vários países europeus, através do saneamento da igualdade e para que apenas os mais potenciais criminosos possam ter poder absoluto (politicos, policias, magistrados, ecrivães, etc.).

Os mártires do Comunismo… Eles só atacam os indefesos (estratégia política)!..

Na verdade, tudo o que não é relativo não existe (todos os crimes ilicitos ou atentados são cometidos pela mesma entidade ideológica). Não é por acaso que em Portugal a máfia dos magistrados e advogados comunistas fazem o que querem da população, usando os tribunais como recatguarda dos crimes políticos de onde vêm as suas famílias de extorsão, constituindo-se os estados democratas como comunistas e socialistas, ou seja, como oganizações criminosas e terroristas, uma vez que estas pessoas têm o gosto pelo mal dos outros (doença psiquiátrica do esquerdismo).

Aliás em Portugal os Tribunais são administrados pelas câmaras municipais, onde se espalham as famílias dos falsos eleitos através da indução da abstenção (perseguir uma parte da população para abrir caminho a outros votos).

QUANDO O DEVER É IGUAL AO DIREITO E VICE-VERSA

Quando um direito se confunde com o dever então ele é obrigatório porque é preciso defini-lo e por uma questão de igualdade, já que a igualdade não existe se não incluir todos os cidadãos, e não apenas ou os que se sentem bem com um certo estado de coisas ou os que se reveêm num certo partido ou grupo.

Destarte, o voto é um direito mas também um dever que pode negar ou fazer a igualdade, logo o voto tem de ser obrigatório, sob pena de não existir representação popular igualitária no Parlmento e de se constituir um Estado fantoche.

Por outro lado, não sendo o voto obrigatório, é criado um regime eleito pela abstenção e apenas através da Comunicação-social, em suma, um regime de persequição para afastar uma grande parte dos eleitores e assim chegar ao poder a ilegitimidade.

COMO ENTENDER O COMPORTAMENTO

Caso real, ocorrido dia 06/05/2022:

Á porta da Loja do Cidadão, na Cruz de Pau, em 6 de Maio de 2022, a uma certa pessoa que tinha vez marcada uma semana antes, dirigiu-se a negra e outro negro assim e com o dedo no ar apontando… “Tem de ir para a fila”. Mas o branco de todas as cores respondeu com a seguinte metáfora… “Eu não preciso porque tenho marcação”. E de novo os negros insistem “Mas tem ir para a fila na mesma”. Responde o branco… “Isso cabe-me a mim decidir (Eu não sou escravo, tenho o meu tempo e a minha integridade e por isso espero onde quiser)”.

Aberta a porta aquele branco foi o último a entrar, quando chamaram quem tinha marcações, mas foi um dos primeiros a ser atendido em relação a todos os outros, apenas esperou 5 minutos.

Ora, se na fila enorme estavam brancos e negros é possivel concluir algo?

Na fila enorme estavão brancos e negros e por isso se prova que não há pessoa mais apriori e impulsiva do que o branco e o negro sem instrução direita, daí se prova a falta de razão do que é esquerda ou apriori ou momento, a entidade que nada fundamenta e que assim se deixa manipular pela culpa ou tentação.

Por outro lado só há filas para brancos e pretos se formos governados por pretos ou revolucionários e esquerdistas (mentalidades confusas), já que os direitos são naturais e não se inventam. Quando se inventam direitos a intenção é sempre o dolo do crime que prepara a próxima guerra (a culpa-primária induzida na culpa-secundária que determina a autoria).

Quando o Preto e o Branco forem de Direita isso significa que há Estado de Direito, pois cada um aprendeu a ser responsável por si mesmo, por intermédio de outrém e para os outros.

Na realidade certa nada é mais perigoso do que um grupo maior ou um grupo esquerdista em relação a outro no mesmo lugar.

Partilhe a informação: POVO INFORMADO JAMAIS SERÁ ESCRAVIZADO.

Deixe uma resposta