Quarta-feira, Outubro 5Bem-vindo

ESTADO PORTUGUÊS CRIA UMA REDE DE ENTIDADES TERRORISTAS!…
Alguém conhece esta associação de inventores portuguesa?

Foi criada pelo Partido Comunista Português depois de mandarem matar os fundadores do CIS-JuveCriatriva Portugal por simulação de doença, 1996>2004.




A captura de empresas e associações para o regime sombra é muito habitual em Portugal, destinadas à despesa pública e para esconder a programação das actividades terroristas em todo o Mundo, nomeadamente os crimes simulados contra eleições, captura de votos e a mania delirante de garantir o poder político pela força escondida, anulando todas as leis e constituições em dinastia de famílias dos políticos e dos partidos, muitos deles com várias nacionalidades, nomes, etc.

Estes indivíduos representam uma entidade falsa com actividades fictícias. A entidade APIICIS foi criada através de atentado terrorista contra o CIS-JuveCriativa de forma a capturar a entidade e usá-la para a rede de certas pessoas de modo a funcionar como esconderijo de crimes públicos.

Atenção, não é a Religião Islâmica mas uma entidade que se faz passar por poder religioso, seria uma contradição ou irrelatividade:

http://inventarium-science.pt/index.html
http://www.inventarium-science.pt/QuemSomos.html
https://www.facebook.com/Inventarium-Ciencia-307977142683422/?fref=ts

Toda a conspiração foi feita a partir da Câmara do Seixal e dos tribunais que mandaram matar os fundadores do CIS-Juvecriativa, para capturar esta associação e criar uma entidade falsa, descoberta na Amora através do apoio da Polícia Judiciária e de agentes da PSP e GNR camuflados, por sua vez dirigidos por falsos arguidos (investigadores) que orientavam um grupo de médicos psiquiatras e psicólogos.


É uma história incrível pois só os arguidos e alguns médicos é que sabiam o que estavam a fazer, todas as outras pessoas envolvidas nunca suspeitaram qual a intenção das ordens a si induzidas, de modo a anular qualquer tentativa de manipulação e de corrupção aos investigadores. Em suma a investigação era “falsa” para esconder os resultados a atingir.

Os atentados são realizados sob a capa de fé-pública e através de simulação de doença, simulação de suicídio, simulação de rixa, simulação de acidente, simulação de racismo, simulação de fascismo, simulação de culpa, simulação de negligência, simulação de desconhecimento e autoria escondida na conformação.

Os primeiros atentados, por simulação de doença foram realizados em restaurantes de imigrantes injustificados (2000 e 2004, por comunistas brasileiros).

A conspiração foi criada por separação de poderes e onde se destaca a família Lopes: Fátima Lopes (IPJ e Seg. Social), Patrícia Lopes (Juiz, Setúbal), Cabo da GNR José Lopes (executa as ordens de tribunais sombra) e o presidente da nova APIICIS, Maldonado Lopes.

A PROVA

Veja nos links abaixo a prova documental e a história desta conspiração

Veja aqui a lista da rede terrorista (autores e cúmplices principais), autarcas, magistrados e advogados de vários tribunais, 3 páginas:

Esta entidade abaixo é falsa, foi criada para substituir paralelamente o CIS-JuveCriativa Portugal, depois dos tribunais de Seixal, Setúbal e Almada enviarem o fundador para a prisão três vezes (2013 e 2017), através de processos-crime falsos e encomendados pela Câmara do Seixal aos seus advogados Filipe Baltazar e Paula Pinho da Silva, e cuja corrupção distribuída foi parar a uma rede de magistrados e outros advogados e polícias como despesa pública da própria Câmara.

A Corrupção é inesgotável nos municípios comunistas.

Por isso é que o PCP manda matar imediatamente qualquer cidadão que possa ser testemunha de algo, ou então enviá-lo para a prisão em processos sequenciais e como escravos, para os afastar de todos os direitos e da queixa. No presente caso nenhum advogado assistiu o arguido, pelo contrário, eram advogados contratados como mercenários à Ordem dos Advogados.

É sempre necessário esconder algo a qualquer custo, uma vez que tais pessoas têm estatuto público.

Partilhe a informação: POVO INFORMADO JAMAIS SERÁ ESCRAVIZADO.

Deixe uma resposta