Sábado, Junho 3Bem-vindo

Graffiti racista na Universidade Católica e no ISCTE
MAPA PSIQUIÁTRICO DESTA ACÇÃO

Ninguém comete um crime se não for em legítima defesa ou por uma verdade ideológica.

A letra é toda igual em todas as paredes e locais, foi portanto uma só pessoa a escrever, embora possa terem existido auxílios.

Esta acção não foi realizada para intimidar entidades portuguesas e como teste e incentivo?

Os negros retiram postos de trabalho aos brancos porque a globalização é inexequível?



Será que esta acção é genuinamente branca ou foi criada e mandada executar por uma entidade africana como acto político ou simulado?

SOS Racismo associa casos ao escalar da extrema-direita em Portugal”.

A Associação SOS Racismo não será uma entidade fachada, porque só foi criada por negros e não comunica por iniciativa de outrem só deles próprios?

A SOS Racismo não terá sido o autor do facto, porque “esquerda” significa fazer tudo ao contrário como política?

A SOS Racismo não será uma organização política escondida ou dissimulada tal como é habitual nas esquerdas?



Existem culturas e raças como é natural, mas será que o racismo existe, ou se existe qual a razão, por acaso isso só tem a ver com a cor da pele e com a xenofobia?

Será que o cidadão não tem direito a ser racista e xenófobo tal como, ao contrário, outros o negam? Porque é que uns têm o direito de negar o racismo e os outros não?

Porque é que para certas pessoas e raças tudo é racismo só porque o facto é visível é cometido por brancos?

E os factos astuciosos ou invisíveis e os crimes cometidos por negros, não existem, e não é racismo é apenas crime porque o preto nunca pode ser racista?

Porque é que só determinados políticos é que falam muito de xenofobia?

O que é que escondem aqueles que falam do que nunca lhes foi solicitado pelo Povo? Quais os seus interesses na invasão de produtos estrangeiros em todas as áreas?

Não será que o seu interesse está na corrupção ou na participação económica em negócios abusivos, cujo resultado é escravizar a população de um certo território ao retirar as suas actividades e substituílas pelas dos invasores (interesses privados de empresas que não fazem parte da economia local por direito de necessidade)?

Porque é que os invasores querem ter mais poder político e direitos do que os residentes?

Os negros Povo não serão uma entidade enganada pelos seus próprios barões que tanto perseguem negros como bancos, em face do seu agnosticismo, ou seja tal como os brancos.

VAMOS CONSTRUIR O MAPA PSIQUIÁTRICO DESTA ACÇÃO:

Tudo o que não é relativo não existe porque a sociedade é indivisível. Mas se existe sem ser naturalmente relativo quem afinal o criou e qual a sua intenção?

Não é direito o que é analisado pelo princípio da igualdade, ou seja em contraditório e decidido fundadamente excluindo o que prejudica, nos termos do artigo 13.º da Constituição?

O racismo existe ou está mal definido?



MAPA PSIQUIÁTRICO:

PERGUNTA 1: Porque é que os grafitti aparecem nas entidades de brancos?

RESPOSTA 1: Porque a autoria não é dos brancos mas contra as suas entidades, obviamente.

PERGUNTA 2: Quem é que normalmente costuma escrever políticas nas paredes como tradição e revolução?

RESPOSTA 2: Não sãos as esquerdas?

PERGUNTA 3: Os negros retiram postos de trabalho aos brancos?

RESPOSTA 3: Sim porque a globalização é inexequível (nunca pode ser homogénea mas sim para um só lado devido ao facto de nunca todos os países serem equiparados), não pode ser a globalização feita só para um lado, ou seja só para beneficiar os negros e sem atender a mais nada, já que em África os brancos não têm as mesmas oportunidades como cidadãos, uma vez que são países tecnologicamente e socialmente menos evoluídos.

Por outro lado o nazismo negro está a envenenar massivamente a população branca em Portugal para a manter afastada da vida activa, basta ver a afluência aos hospitais a partir de 1995, e a roubar as suas actividades, empresas e associações, através de políticas de escravatura decretadas pelo governo dos barões negros da escravatura, infiltrados, e cujo líder mundial é Barack Obama (o nazismo-negro ou NN).

Uma das bandeiras do NN é o tráfico de drogas para induzir esse envenenamento, não como negócio mas sim como política de eliminação da raça branca, ou seja atacando as novas gerações no sentido de estagnar a raça e assim fazer aparecer a raça negra por agnosticismo e narcisismo.

A droga em si não teria problema, seria como o álcool e o tabaco por exemplo, mas afinal é aproveitada para o envenenamento de modo a matar alguns e a manter na doença a maioria, essa é a estratégia do NN desde o 25 de Abril.

Não é por acaso que os socialistas roubam todas as actividades aos brancos através de actos terroristas ou simulados em que a família Soares é a mais envolvida, tomando até o Bloco de Esquerda, e basta ver o que fizeram a Bruno de Carvalho para o afastar da presidência do Sporting e com a invasão da academia muito bem preparada. Tais pessoas mandam envenenar ou até matar empresários e dirigentes associativos para que não haja defesa, testemunho e interferência, mantendo um regime de perseguição e de prisões encomendadas devido ao controlo dos tribunais por corrupção e verdades ideológicas, onde todos os casos especiais vão parar às mãos da dinastia ou ditadura.

É assim que roubam as actividades aos brancos, por terrorismo, criando um regime de milhares de actividades fictícias para desviar os fundos públicos e europeus, e depois comprar bens em Portugal como se fosse investimento estrangeiro.

Ora, Obama era advogado, e isso diz tudo já que os advogados são os maiores criminosos do Mundo, logo a seguir pelos magistrados e pelos políticos, todos eles só sabem roubar através da profissão, e para além disso os advogados não têm outra solução já que a advocacia é controlada pelo poder político que os ameaça livremente, e não pelo poder civil ou direito.

Em portugal a Ordem dos Advogados e o Conselho de Deontologia de Lisboa estão totalmente controlados pela dinastia africana Costa, Santos, Silva (os barões negros da escravatura). Não há documento de negação de justiça e de todos os direitos que não seja assinado com o nome Costa, santos, Silva.

Os negros, não os do Povo mas os criminosos e astutos agnósticos, em vez de procurarem oportunidades fáceis através de verdades ideológicas e de roubo através de crime público protegido pelos tribunais mercenários no Ocidente só podem ter essas oportunidades na sua terra e em coligação com o branco, porque o branco fez exactamente o mesmo.



Ora, vamos partir do princípio que o crime só beneficia as suas formas, ou seja o autor político ou causa ideológica, o cúmplice e o comparticipante.

1- Esta acção não foi executada por uma organização ou em colectivo porque a letra escrita à mão é toda igual, logo foi uma só pessoa a realizar o facto visível.

2- Destarte sendo uma só pessoa ela pode estar protegida… e terá sido paga para realizar esse trabalho extra, seja ela branca ou negra.

3- A letra é masculina ou feminina?

4- Indicados os suspeitos entre os alunos, basta comparar a sua letra com a dos graffiti, e está encontrado o cúmplice executor.

Os Motivos em nexo de causalidade com os benefícios:

Primeiro os motivos objectivos: Qual a verdade ideológica do autor, raça ou origem, organização ou politica que representa e educação.

Depois os motivos subjectivos: Se o executante pode pertencer à mesma organização, é apenas mercenário contratado ou um cidadão perturbado com alguma perseguição por pessoas de outra raça ou por entidade pública sombra dominada por estrangeiros e que por isso se manifesta dessa maneira, e especialmente quais os benefícios a obter pelo executante doloso, ou seja o comparticipante ou o cúmplice que participa na acção materialmente (a execução), nos termos do nº 1 do artigo 27.º do Código Penal.

Sobre os Motivos OBJECTIVOS: Qual a organização política ou sombra que beneficiaria com esta acção, seria uma organização de negros ou de brancos, ou de um governo que acha que manda nos brancos como colónia, ou uma entidade que quer simular que o branco é genericamente racista mas o preto não, porque o preto é só boas pessoas e são a verdade!..

Ora, não faz muito sentido que tenha sido um branco a realizar o facto (escrever aqueles insultos) porque isso iria manchar a imagem da sua raça e ainda pore cima as suas entidades, excepto como agente contratado ou mercenário da autoria habitual (os barões negros da escravatura, infiltrados em Portugal pelos partidos comunistas de vários países africanos).

Porque só eles e a suas entidades politicas escondidas em associações fictícias e no governo costumam simular o racismo como arma de arremesso e chavão, que desvia as atenções das suas actividades anti-ocidentalismo ou nazismo-negro (actividades escondidas de eliminação da sociedade branca e a sua troca pelos negros).

Ao simular rixas contra os negros pelos brancos a intenção dos negros políticos (não dos cidadãos negros) é acusar socialmente para perseguir os brancos, como é óbvio, daí o habitual incitando à violência escondida ou nazismo, para eliminar os brancos de modo a serem retirados os seus bens e território.

E a prova vem de bem perto, no Seixal os negros políticos ou barões mandam os mercenários socialistas e comunistas matar os empresários e os fundadores de associações para capturar as suas actividades e entidades, e estão colocados nas câmaras municipais e nos tribunais só para eliminar os brancos e nada mais.

Será que os brancos precisariam de sujar as suas próprias paredes e rebaixar-se tanto? Claro que não. O que não é relativo não existe e aos olhos do código da intuição temos de avaliar os comportamentos como uma invariabilidade inversa e relativa.

Consulte a prova seguinte.

Partilhe a informação: POVO INFORMADO JAMAIS SERÁ ESCRAVIZADO.

Deixe uma resposta