Terça-feira, Fevereiro 7Bem-vindo

Thank you for ordering!

O Diagrama do Conhecimento da Partição Económica e da História

  • ... Nessa altura o autor já estava na 1ª fase da verdade relativa (interagir com o entendimento do ato de conhecer), e considerado com um percentil de apenas 95% na escala de dotação de inteligência (inteligência superior). Durante as aulas o autor ficou surpreendido com alguma ignorância dos professores; ou seja, com teorias já ultrapassadas na sua cabeça, que afinal justificavam o produto decorado e não a lógicos dos acontecimentos. Então, numa aula de Economia Política, quando o Professor Donário, talvez o melhor professora daquele estabelecimento de ensino, estava a definir a palavra “negligência”, dizia ele que “… ser negligente era como ser um bom pai de família…”, logo o aluno (aqui o autor), chamou o professor para ler a sua definição de “Amor”: (....) O professor deu uma volta à sala em silêncio e todos o acompanhavam girando as cabeças e interrogando-se sobre o que estava pensar (?), depois Ele parou ao lado do aluno e disse “Está certo isso!”...  

Teoria da Invariabilidade Inversa e Relativa

  • RESUMO

    Título: Teoria da Invariabilidade Inversa e Relativa.

    Subtítulo: As verdades ideológicas dos humanos na ciência e na Lei.

    Motivos: Os 23 anos de perseguição democrática/nazi/socialista ao autor (1997-2020), obrigando-o a passar o tempo nas letras e a descobrir o funcionamento do regime sombra ou Nazismo Negro em Portugal.

    Temas:  1. As invariáveis fixas (impossíveis para o homem) versus as invariáveis (tudo aquilo que é possível medir, e por isso não existem variáveis mas apenas sub-invariáveis); 2. Tudo o que não é relativo não existe, logo o "Espaço" não existe e por isso não é a mesma coisa que o "Tempo": "O espaço é o paradoxo do tempo ou existências (o espaço é o que não existe, ou seja é a inexistência), existe aparentemente como relação de distância e quantidade a partir da criação de uma coisa (a criação gera o espaço necessário em distância e quantidade ocupada invariavelmente e por isso podemos medir esses tempos). Tudo o que existe não é espaço, ocupa-o como (por) um tempo ou existência."; 3. Porque somos criados e nos desenvolvemos; 4. A criminalidade política na visão invariável.

Partilhe a informação: POVO INFORMADO JAMAIS SERÁ ESCRAVIZADO.